Black Friday: como aproveitar a data para impulsionar suas vendas

Seja pela TV, páginas da internet ou revistas, você com certeza já ouviu falar na Black Friday, não é mesmo?

Com a chegada de novembro, esse termo inglês tem aparecido com mais e mais frequências nos anúncios. Mas, embora muitas pessoas o conheçam, a maioria dos brasileiros não sabe exatamente o que ele significa. A verdade é que, apesar de ser um costume “importado”, a Black Friday é uma excelente oportunidade para empreendedores brasileiros que desejam impulsionar as vendas e reforçar o faturamento durante o mês de novembro.

Neste post, vamos te explicar direitinho o que é a Black Friday e compartilhar algumas dicas de como usar essa data a seu favor nos negócios.

O que é a Black Friday?

A Black Friday, que teoricamente ocorre na quarta sexta-feira de novembro, é uma estratégia de vendas. Ela foi criada por comerciantes dos Estados Unidos que buscavam alternativas para melhorar o desempenho de seus estabelecimentos depois do feriado de Ação de Graças, época em que o fluxo de clientes costumava cair. Para resolver isso, eles estabeleceram um dia em que lojas e outros comércios oferecem descontos destacadamente melhores do que os que são fornecidos durante todo o resto do ano.

Só que a popularidade da data foi se espalhando e agora ela é conhecida mundialmente e adotada por negócios de todos os países e até mesmo com descontos que vão muito além de apenas 1 dia, mas chegam a uma semana inteira.

Aqui no Brasil, a Black Friday ficou famosa nos últimos dez anos, inicialmente por causa dos descontos promovidos por grandes corporações. Mais tarde, os pequenos e médios negócios passaram a aderir também, por enxergarem na Black Friday uma oportunidade de aumentar o volume de vendas. Mas, afinal, como fazer isso?

Dicas para o seu negócio na Black Friday

Nós já publicamos aqui sobre como participar da Black Friday com um pequeno negócio. Além dessas sugestões que trouxemos anteriormente, há mais alguns pontos dignos de atenção, que podem te ajudar a aproveitar o melhor que essa data tem a oferecer. 

Portanto, se seu objetivo é vender como nunca, confira nossas dicas abaixo!

Faça promoções criativas

Tudo bem, liquidações tradicionais (do tipo “10% de desconto em todos os produtos”) são boas e costumam funcionar em outras épocas do ano. Durante a Black Friday, entretanto, a concorrência é mais forte, já que muitos negócios estão fazendo promoções desse tipo. Por isso, é interessante que você use a criatividade para pensar em ações “fora da caixinha”, isto é, que pareçam especialmente vantajosas para os clientes.

O ideal é promover liquidações que façam seu negócio se destacar. Pode, por exemplo, fazer descontos que vão subindo de acordo com o número de compras feitas ou dar cupons para quem trouxer novos clientes naquela data específica. Assim você pode até mesmo estimular os compradores a voltarem no seu estabelecimento.

Capriche na divulgação

Os clientes só vão procurar o seu estabelecimento na Black Friday se souberem quais vantagens você vai oferecer nesse período, certo?

Por isso, é importante que todos conheçam as condições promocionais que estarão disponíveis no seu negócio durante a Black Friday. Você pode usar as suas redes sociais para divulgar as iniciativas e os descontos ou entrar em contato com os clientes por WhatsApp, por exemplo. 

Além disso, vale a pena iniciar o plano de divulgação com antecedência, desde o início de novembro. Dessa forma, você vai gerando expectativa nos compradores e criando um interesse maior ao redor das suas promoções. Também vale lembrar que, embora o “dia oficial” da Black Friday seja a quarta sexta-feira de novembro, há lojistas que usam a ocasião para promover descontos por mais tempo. Alguns estabelecimentos até mesmo fazem uma semana inteira de condições especiais.

Calcule os preços com cuidado

Embora os descontos sejam uma excelente estratégia para vender mais e atrair novos clientes, eles precisam ser planejados com bastante cautela. Afinal, o objetivo é oferecer condições atrativas, que tragam destaque ao seu negócio, mas sem gerar prejuízo. Não vale a pena, por exemplo, acabar com seu estoque sem gerar lucro.

Durante os períodos de liquidação, preste uma atenção redobrada aos seus critérios de precificação. Analise bem quais são os custos necessários para disponibilizar os produtos ou serviços que você fornece e estabeleça metas de faturamento. Se quiser, confira conteúdos especiais sobre como calcular preços de venda e sobre planilha de preços.

Prepare seu estoque e seu atendimento

Se você colocar as dicas anteriores em prática e elas atraírem a atenção dos compradores para o seu negócio, a tendência é que o seu fluxo de clientes aumente durante a Black Friday. E é importante que seu estabelecimento tenha condições de cumprir tudo que foi “prometido” pelas ações de divulgação. Por isso, organize seu estoque e reforce-o caso sinta que existe essa necessidade. Assim, você não deixa de vender por falta de mercadoria nessa data tão importante.

Também procure conversar com todas as pessoas envolvidas no atendimento e nas vendas. É importante que elas estejam bem informadas sobre as promoções existentes e preparadas para atender mais pessoas.

E aí, já está pensando nos descontos que seu estabelecimento vai promover na Black Friday?

Se você acha que este conteúdo te ajudou, confira nossas outras matérias aqui no Blog da Maquineta Rede Celcoin. Temos vários textos que podem te ajudar a vender cada vez mais.

Além disso, se o seu objetivo é melhorar as vendas do seu negócio durante o ano inteiro, que tal oferecer ainda mais opções para os seus clientes? Para saber como se tornar um Agente Rede Celcoin e fornecer serviços diferenciados como venda de passagens e pagamento de contas, clique aqui e acesse nosso post sobre isso!

Veja também

recarga de celular no meu estabelecimento

Os benefícios de vender recarga de celular em seu estabelecimento

Os 10 erros mais comuns na hora de montar o próprio negócio. Como evitar?

Como aumentar a produtividade no seu negócio

O que fazer quando você quer empreender, mas não sabe por onde começar